Visite nosso site

paisagemsonoracidade.png

Paisagem Sonora

Mostra Internacional de Arte Eletrônica do Recôncavo da Bahia

#paisagemsonorabahia

algumas fotos

Galeria com fotos de Silvia Leme, produzidas durante a performance do Coletivo Xaréu no dia 1/12/15, no Dubliners Irish Pub (Rio Vermelho, Salvador, Bahia), no projeto Quanto Vale o Show?

 

 

 

Etiquetado , , , ,

COLETIVO XARÉU e DJs agitam o Rio Vermelho (Salvador)

xareuRV

xareu3xareu2

O cardume audiovisual Coletivo Xareu faz performance no projeto Quanto Vale o Show? no The Dubliner’s Irish Pub (Rio Vermelho), na terça-feira (01/dez), às 21h, com entrada franca.

Após o show, os DJs Elettra (aka Messias Bandeira) e DiscoRuptor (aka Rodolfo Ikeda) mantém a animação com sets de eletrônica e eletrorock. O Coletivo Xareu é Cláudio Manoel (aka dj Angelis Sanctus), Danillo Barata, Marcelo Matos, Marina Mapurunga, Flávio Santos, Gilberto Monte e convidados experimentam no terreno da imagem e da música em tempo real. Tem tuba, berimbau, violino, beats, samples, baixo, guitarras, percussão e live cinema. A cantora Lia Lordelo fará participação especial.

O Coletivo Xaréu estreou em abril de 2011, com a performance Não me sinto mais uma pititinga. O grupo nasceu daquela inquietação permanente de artistas que gostam da experimentação estética e queriam juntar forças e formações diferentes para criar um “cardume” audiovisual. O projeto envolve vj, dj, musica acústica, elétrica e sintética/eletrônica, atuando dentro do conceito de arte sonora e visualidades, com experimentações em tempo real, sem compromissos formais com estilos e gêneros musicais tradicionais.

Foto: Vicente Queiroz /Facebook Lia Lordelo

lia

 

LIA LORDELO, participação especial

Lia Lordelo é professora da UFRB, dançarina, atriz e cantora, começa a sua formação artística ainda criança, com Eduardo Mattedi. Na adolescência, faz parte do elenco do espetáculo “O Rei da Vela”, dirigido porHebe Alves, Paulo Dourado e Fernando Guerreiro. Em 1998, junta-se ao grupo Dimenti. Simultaneamente ao Dimenti, dedica-se ao canto em diversos projetos de canto coral regidos pelo maestro Cícero Alves Filho. Em 2007, o grupo de coral viaja para São Paulo e Rio de Janeiro com o espetáculo “Vozes do Holocausto”. Participa como backing vocal do show “Humanufaturas”, de Tiago Rocha, ganhador de seis prêmios no Troféu Caymmi de 2007; e participa também do CD “Frascos Comprimidos Compressas”, de Ronei Jorge e Os Ladrões de Bicicleta. Junto com Ronei, foi também cantora e performer da Banda Miss Suéter. Com o Dimenti, participa, na condição de cantora, dos CDs “Songbook 1” e “Pool Ball”. (Fonte: teatropedia.com/wiki/Lia_Lordelo)

DJs convidados

rodolfoikedadj_elettra_messias_bandeira

DJ DiscoRuptor (aka Rodolfo Ikeda)

ROCK/Garage & Eletro

Nipo-Latino-Americano do sul dos Matos-Grossos do Velho-Centro-Oeste do Brazil, o DJ DiscoRuptor (aka Rodolfo Ikeda) dispõe de amplas músicas sujas e vermelhas para bailes, recepções e formaturas. Doutorando em Cultura e Arte, Cineasta, Cantor e DJ de segunda viagem, o DJ DiscoRuptor (aka Rodolfo Ikeda) é Garage Rock, é Eletro Rock, é Rock com tudo dentro.

DJ Elettra (aka Messias Bandeira)

ROCK & MÚSICA ELETRÔNICA

O DJ Elettra (Messias Bandeira) é jornalista, músico, produtor cultural, professor e diretor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Prof. Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia, e Professor do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade. Também é organizador do Digitalia – Festival/Congresso Internacional de Música e Cultura Digital, com longa atuação na cena alternativa de Salvador. Como DJ, explora vertentes do rock e da música eletrônica.

 

marcelosmatos

SERVIÇO

Projeto Quanto Vale o Show?

Dubliner’s Irish Pub (Rio Vermelho. Salvador)
Terça-feira, 01 de dezembro, 21h. Pague qto quiser 🙂
Coletivo Xaréu
Com Cláudio Manoel (aka dj Angelis Sanctus), Danillo Barata, Marcelo Matos, Marina Mapurunga, Flávio Santos e convidados. Participação especial Lia Lordelo e  DJs: DJs Elettra (aka Messias Bandeira) e DiscoRuptor (aka Rodolfo Ikeda)

Coletivo Xaréu no Encontro Internacional de Economia Criativa

logomarcaxareu

O Encontro Internacional de Economia Criativa será realizado em Salvador, nos dias 26 e 27 de novembro de 2014, numa realização do Ministério da Cultura (Observatório Estadual da Economia Criativa, OBEC-BA), Goethe Institut/ICBA, a empresa Voulta e de parceiros como a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e o SENAI-CIMATEC. O evento irá reunir pesquisadores do Brasil, da Alemanha e de Portugal, além de membros da sociedade civil e do setor criativo. O Coletivo Xaréu se apresenta no dia 27/nov (quinta-feira), no Pátio do Icba (Corredor da Vitoria/Salvador). 19h. Entrada Franca.

https://eventioz.com.br/e/encontro-internacional-da-economia-criativa

Etiquetado

Coletivo Xaréu no #DigitaliaCampusHacker

Imagem

O repertório cult carnavalesco do MicroTrio e do projeto Retrofolia, o hip-hop com forte acento afro-baiano do Opanijé e o mix de VJ, DJ e música ao vivo do coletivo Xaréu vão ocupar o Campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia no sábado (15/02). Com acesso gratuito, o #DigitaliaCampusHacker
é um evento do Digitalia – Congresso/Festival/Observatório Internacional de Música e Cultura Digital
. Ao meio-dia, o MicroTrio dará a partida e arrastará o público do portão principal do campus até um palco montado na área da Biblioteca Central da Ufba. Lá ocorrerão as apresentações do Retrofolia, do Opanijé, do Coletivo Xaréu e dos DJs Môpa e Bigbross, até 20 horas.

Montado num Fiat Strada, o MicroTrio
toca músicas de todos os carnavais, das marchinhas e frevos ao samba-reggae. Também dedicado ao repertório do reinado do Momo, o Retrofolia
é um projeto paralelo do grupo instrumental Retrofoguetes, formado por Rex (bateria), Joe (contrabaixo), Julio Moreno (guitarra) e Morotó Slim (guitarra).

Opanijé
é uma sigla para Organização Popular Africana Negros Invertendo o Jogo Excludente. O grupo de rap formado por Lázaro Erê (voz e letras), Rone Dum-Dum (voz e letras) e o DJ Chiba D (toca-discos) mobiliza samplers, efeitos, batidas eletrônicas, berimbaus e instrumentos percussivos. Promove uma mistura singular de letras sobre a cultura negra e a ancestralidade africana com cânticos de candomblé.

Autodefinido como “cardume audiovisual”, o coletivo Xaréu
é composto pelos professores Cláudio Manoel aka dj Angelis Sanctus (Cinema e Audiovisual/Artes Visuais), Danillo Barata (Cinema e Audiovisual/Artes Visuais), Marina Mapurunga (Cinema e Audiovisual) e Jarbas Jácome (Artes Visuais), com participações especiais de Flavio Santos (trompete), Geraldo Cachoeira (Tuba), Gilberto Montes e Mamá Soares. Suas performances são marcadas por experimentações nos terrenos da imagem e da música.

O set list do DJ Bigbross
inclui rockabilly, country, blueGrass, swing, bigbands, garage 60 entre outros gêneros. O DJ Môpa
faz parte do staff do grupo Pragatecno/Salvador
. Suas mixagens incluem house music e música brasileira, principalmente samba-rock.

#DigitaliaCampusHacker
15 de fevereiro (sábado)
Das 12h às 20h
Campus da UFBA em Ondina
Entrada franca

Etiquetado , ,

Paisagem Sonora toma conta de Cachoeira (BA)

Imagem

A proposta da mostra é realizar conferências, intervenções artísticas, exposições e performances audiovisuais, reunindo autores, pesquisadores e coletivos que utilizam o vídeo e a música eletrônica como estratégia para potencializar um discurso. Compartilhando repertórios, incorporando métodos de esgarçamento das linguagens e, sobretudo, intervindo na paisagem das cidades de Cachoeira e São Félix. Um evento de Cultura Digital que extrapola os espaços fechados, estritamente concebidos para as exposições usuais.

http://www.coletivoxareu.com.br